Moscou, 12 set (EFE).- O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, lembrou hoje que seu país é a maior potência na extração de gás e ressaltou que, em caso de necessidade, desenvolverá novas jazidas.

"É engraçado ler quando alguém diz que a Rússia não tem gás suficiente, inclusive para a Europa, não só para a Ásia. A Rússia é a maior potência do gás e, se for necessário, desenvolveremos novas jazidas. Não fique dúvidas", disse Medvedev, citado pela agência "Interfax".

O chefe do Kremlin fez estas afirmações em reunião com os membros de clube internacional de debate Valdai.

Medvedev considerou necessária a diversificação dos fluxos de energia e, especialmente, do petróleo, do gás e da energia nuclear, para garantir a estabilidade da cooperação com os países asiáticos, e afirmou que o desenvolvimento da mesma não deveria dirigir a um cataclismo.

"Ninguém entende como são estabelecidos os preços do petróleo, qual é a lógica de movimento, por isso deveríamos criar um sistema que nos permitisse estabilizar o desenvolvimento econômico de todos os países", ressaltou Medvedev. EFE egw/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.