Tamanho do texto

O presidente russo, Dimitri Medvedev, cancelou neste domingo o acordo firmado com União Européia e Ucrânia sobre o envio de observadores para acompanhar o trânsito do gás russo para a Europa.

Medvedev disse que a decisão foi provocada por um adendo manuscrito feito pelo lado ucraniano no documento formal do acordo.

"Penso que quem assinou este documento e acrescentou reservas sabe das consequências legais de suas ações", disse Medvedev na TV.

"Assim, somos obrigados a considerar este documento nulo e sem valor para nós. Não aplicaremos isto enquanto o adendo não for retirado" pela parte ucraniana, afirmou.

bfi/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.