O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) avalia que a decisão do governo de zerar o Imposto de Renda sobre remessas para pagamento de prestação de serviços de promoção comercial no exterior vai representar uma economia substancial para os exportadores brasileiros nos custos em promoção, serviços e destinos turísticos. Esse decreto é um avanço para o comércio exterior e representa uma vitória para os exportadores brasileiros, disse o secretário de Comércio Exterior, Welber Barral, em nota divulgada há pouco pelo MDIC.

O MDIC esclarece, na nota, que as operações serão registradas no Sistema de Registro de Informações de Promoção (Sisprom) do ministério, pelo site www.sisprom.desenvolvimento.gov.br. As exceções, esclarece o MDIC, são as operações para comissões pagas por exportadores aos seus agentes no exterior e as despesas de armazenagem, movimentação e transporte de carga e emissão de documentos realizados no exterior, que deverão ser registrados no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.