São Paulo, 01 - As exportações de carne bovina in natura tiveram desempenho positivo no mês de agosto. Tanto em volume quanto em receita, os embarques brasileiros apresentaram crescimento em comparação ao mês de julho, sinalizando que, mesmo com preços elevados, ainda existe demanda para o produto no mercado internacional.

Segundo dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), no mês passado o Brasil exportou 96,1 mil toneladas de carne bovina, volume 2,9% superior ao registrado em julho, de 93,4 mil toneladas.

Em relação a agosto de 2007, no entanto, o volume do mês passado representa uma queda de 13,1%. Já em receita, os embarques de agosto renderam US$ 417,1 milhões, o que representa um aumento de 6,7% em comparação a julho de 2008 e de 36,1% em relação a agosto do ano passado.

No caso da carne suína, os dados do MDIC mostram que o setor registrou perdas no mês passado. O volume exportado em agosto foi de 42,1 mil toneladas, uma retração de 16,5% em comparação a julho e queda de 29,5% ante agosto do ano passado, quando foram exportadas 59,7 mil toneladas do produto. Em receita, os embarques do mês passado renderam US$ 137,1 milhões, resultado 13,1% inferior a julho. Devido aos elevados preços que o produto atingiu no mercado internacional nos últimos meses, em comparação a agosto de 2007, as exportações do mês passado registraram um aumento na receita de 18,4%.

O ritmo de crescimento das exportações de carne de frango foi interrompido em agosto. As vendas externas no mês passado somaram 296,7 mil toneladas, queda de 3,1% em comparação a julho, mas um crescimento de 7,6% em comparação ao mesmo mês de 2007. Em receita, as exportações de carne de frango de agosto somaram US$ 605,4 milhões, valor que representa um crescimento de 2,7% em relação a julho e de 54,6% ante os embarques de agosto do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.