O ministro da Fazenda, Guido Mantega, vai se reunir hoje às 16 horas com o ministro interino do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ivan Ramalho, para discutir a balança comercial, que já soma um déficit de US$ 645 milhões em janeiro. Ramalho chegará a Brasília às 14 horas.

Ele participou de reunião, ontem, em Buenos Aires, Argentina.

Assessores do MDIC confirmaram nesta manhã que o ministério passou a exigir licenças prévias de importação para 17 setores, entre eles, plásticos, borracha, ferro e aço, bens de capital, máquinas e aparelhos elétricos.

A justificativa é de que, a partir de agora, o ministério quer que o importador identifique minuciosamente o que está sendo importado, para saber o que está entrando no mercado brasileiro. O prazo legal da licença prévia é de 60 dias, mas a Secretaria de Comércio Exterior afirma que vai liberar a licença automaticamente. A decisão foi divulgada por meio de nota no sistema de controle de comércio exterior, Siscomex e teria sido tomada em conjunto com a Fazenda, segundo técnicos do MDIC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.