Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

MDIC aumentará meta de exportação, diz Miguel Jorge

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, hoje que, mesmo com o aprofundamento da crise internacional, o ministério vai aumentar a meta de exportações para 2008, atualmente de US$ 180 bilhões. Segundo ele, a Secretária de Comércio Exterior (Secex) está terminando as análises e deve divulgar a nova projeção na próxima semana.

Agência Estado |

"Espero que as exportações cheguem, no mínimo, a US$ 200 bilhões", disse o ministro, após solenidade de lançamento do drawback verde e amarelo.

O drawback verde-amarelo, ou drawback interno, é um regime especial que permite compra, no mercado interno, de matérias-primas, produtos intermediários e materiais de embalagem, de fabricação nacional, sem incidência do IPI, Cofins e outros tributos quando destinados à industrialização de produtos a serem exportados.

Ele criticou as análises de especialistas em comércio exterior sobre o desempenho da balança comercial em 2009, em função da redução dos preços das commodities. "Eu não acredito em analistas", disse Miguel Jorge. O ministro lembrou que vários analistas projetaram um superávit de US$ 10 bilhões a US$ 12 bilhões para 2008, e, segundo ele, o superávit este ano superará em muito essas previsões. "Teremos um superávit bastante importante este ano", afirmou. Miguel Jorge também lembrou que as previsões de mercado para o comércio exterior no boletim Focus, do Banco Central, sofreram seis revisões em um mês e meio. Sobre a previsão de um superávit de US$ 4,4 bilhões, feita pela MB Associados esta semana, o ministro disse que essa é uma análise "absolutamente irresponsável". "Eu não levo em conta esse tipo de análise", afirmou.

Miguel Jorge avalia também que a valorização do dólar em relação ao real nas últimas semanas pode contrabalançar uma eventual queda das exportações por causa da retração do mercado mundial. "Essa crise americana pode ter um resultado secundário nas exportações brasileiras", afirmou. Essa redução das exportações pode ser compensada pelo aumento do dólar, como em algum momento já foi compensada pelo aumento dos preços das commodities", disse o ministro.

Ausência

A secretária da Receita Federal, Lina Maria Vieira, representou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, no lançamento do Drawback Verde-Amarelo, no auditório do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. A assessoria de imprensa do Ministério da Fazenda divulgou apenas que no horário da cerimônia, o ministro terá despachos internos e à tarde participará de reuniões no ministério, em São Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG