Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

MDIC: ano será difícil para o comércio exterior

O secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Welber Barral, admitiu hoje que 2009 vai ser um ano difícil para o comércio exterior, principalmente o primeiro semestre. Calculamos que haverá alguma melhora no segundo semestre, afirmou ele.

Agência Estado |

Sem entrar em detalhes, ele afirmou que o governo trabalha para lançar mais medidas de estímulo à competitividade das exportações brasileiras, com a redução tanto da carga tributária quanto dos custos de logística.

"Espero que haja novas desonerações. Estamos trabalhando nisso", informou. O secretário disse ainda que os exportadores brasileiros "terão de ter imaginação" para criar diferenciais em seus produtos, manter os mercados já conquistados e ampliar os destinos. Para Barral, as dificuldades em 2009 serão sentidas com mais intensidade nos países desenvolvidos. "Por isso, o Brasil fez corretamente a escolha de aumentar as exportações para os países em desenvolvimento", declarou.

Ao comentar as perspectivas para 2009, o secretário disse que a tendência, considerando as cotações do mercado futuro das bolsas internacionais, é de que algumas commodities (matérias-primas) tenham recuperação de preço em março deste ano, como a soja e o milho. Além disso, para ele, se o dólar permanecer acima de R$ 2,20 no ano, a cotação da moeda americana continuará compensando as quedas de preços das exportações de commodities.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG