Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

McCain acusa Obama de contribuir para crise financeira nos EUA

O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, acusou nesta sexta-feira seu rival Barack Obama de ter contribuido para a crise financeira. Do outro lado, o candidato democrata convidou McCain para participar de uma ação bipartidária para ajudar a classe trabalhadora a atravessar a crise.

AFP |

Em um ato de campanha nesta sexta em Wisconsin, McCain esboçou um plano de recuperação americano com a criação de um fundo que permitisse uma intervenção do governo antes que as instituições financeiras quebrassem.

Em seu discurso, McCain alfinetou Obama, acusando-o de utilizar dinheiro e assessoria para sua campanha doados por empresários que estariam na origem da crise financeira.

"Esse é o problema de Washington, gente como o senador Obama tem estado muito ocupada brincando com o sistema e nunca fez nada de fato para enfrentar o sistema", disse o candidato republicano.

"Tomara que desta vez nos poupe de sua conversa e admita seu próprio julgamento pobre ao contribuir para estes problemas. A crise de Wall Street começou com a cultura de Washington do cabide e do tráfico de influência, e ele estava bem no meio disso", acusou.

Obama, no entanto, não respondeu às acusações de seu adversário. Pediu apenas que os dois partidos se unissem para encontrar uma solução para a crise, sobretudo com o apoio da classe trabalhadora.

O candidato democrata afirmou que "apóia totalmente" os esforços do secretário americano do Tesouro, Henry Paulson, e do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, "para trabalhar com um espírito bipartidista com o Congresso para encontrar uma saída" para a crise financeira.

"Com o mesmo espírito bipartidista que vimos em relação a Wall Street, peço ao senador McCain, ao presidente (George W.) Bush, aos republicanos e aos democratas que se unam a mim para apoiar um plano econômico de emergência para as famílias trabalhadoras", declarou Obama.

"Esta crise amenaça mês após mês as famílias, os trabalhadores, os proprietários de imóveis, e Washington não fez muito para ajudar", concluiu.

col/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG