Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mastercard perde US$ 300 milhões no primeiro semestre de 2008

Nova York, 31 jul (EFE).- A Mastercard anunciou uma perda líquida de US$ 300 milhões no primeiro semestre de 2008, o que influiu na desvalorização de quase 10% hoje em suas ações na Bolsa de Nova York.

EFE |

A perda no primeiro semestre fiscal, encerrado em 30 de junho, contrasta com o lucro de US$ 467,2 milhões no mesmo período do ano anterior.

A queda por ação foi de US$ 2,29 por título, comparado com um ganho de US$ 3,42 nos seis primeiros meses de 2007. Excluídas verbas extraordinárias, a companhia teria contabilizado um ganho semestral de US$ 674 milhões ou US$ 5,13 por ação.

As receitas nesse período aumentaram 27% em relação a 2007 e alcançaram os US$ 2,4 bilhões, informou a companhia em comunicado.

Já entre abril e junho, a empresa teve uma perda líquida de US$ 747 milhões ou US$ 5,74 por ação, ao contrário do ganho de 252,3 milhões ou 1,85 dólares por ação no ano anterior.

A companhia contabilizou nesse trimestre despesas de US$ 1 bilhão após impostos, relacionadas ao acordo alcançado em junho com sua rival American Express, após ter sido processada por esta empresa por supostas práticas de monopólio.

No segundo trimestre, o lucro aumentou 25% e chegou a US$ 1,24 bilhão, devido, em parte, a mudanças favoráveis de divisas como o euro e o real frente ao dólar.

A companhia registrou no segundo trimestre um aumento de 13,6% no número de transações processadas, que no total foram de US$ 5,2 bilhões.

Em 30 de junho, as instituições financeiras emitiram 951 milhões de cartões MasterCard, o que representa um aumento de 11% em relação à mesma data em 2007.

Robert Selander, presidente e executivo-chefe da empresa, disse que mais de 50% das receitas da companhia são geradas fora dos Estados Unidos, "o que ajuda a moderar o efeito de uma queda da atividade econômica em uma região em particular".

As ações da MasterCard fecharam hoje o pregão regular na Bolsa de Nova York com o preço de US$ 244,15, 9,8% a menos que no dia anterior. EFE vm/rb/plc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG