Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Marta exibe Lula no horário eleitoral; Kassab e Alckmin, Serra

SÃO PAULO - Os padrinhos políticos dos principais candidatos à Prefeitura de São Paulo tiveram destaque na propaganda do horário eleitoral gratuito que foi ao ar ontem, às 13h. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu respaldo à candidatura de Marta Suplicy (PT) e o governador José Serra (PSDB) foi citado diversas vezes pelo candidato à reeleição Gilberto Kassab (DEM). Ainda sem adesão de Serra à sua campanha, Geraldo Alckmin divulgou o desejo de boa sorte do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso à sua candidatura. Apenas no programa veiculado de noite, Serra divulgou seu apoio ao correligionário.

Valor Online |

Ao lado de Marta, Lula disse que a volta da petista ao governo é a melhor coisa que pode acontecer a São Paulo neste momento . Marta fez um excelente governo, foi excelente ministra e está ainda mais preparada. Temos plena afinidade e juntos poderemos fazer muita coisa para o povo paulistano em especial pelos mais pobres , disse.

O tucano Serra apareceu diversas vezes no programa do prefeito e a parceria dos dois foi amplamente destacada. Kassab foi vice de Serra na prefeitura e assumiu em 2006, quando o tucano saiu para concorrer ao Estado.

Já a presença de Serra no programa do PSDB veiculado às 13h foi tímida. Apenas uma foto dele foi exibida, enquanto um locutor dizia que o governador foi eleito para continuar o que Geraldo começou . Além do boa sorte de FHC, Alckmin mostrou o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

Dos três candidatos, apenas Kassab fez críticas a um adversário. Ele atacou a ex-prefeita Marta e disse que a petista, que governou entre 2001 e 2004, deixou a prefeitura falida , parou obras, deixou a Saúde em caos e não investiu no metrô. Ele vai investir R$ 1 bilhão .

O programa de Kassab lembrou propagandas de de Alckmin e de Serra de outras disputas eleitorais. Os marqueteiros da campanha do prefeito, Luiz Gonzalez e Woile Guimarães, são os mesmos das campanhas de Alckmin para o governo do Estado, em 2002, e de Serra, para a prefeitura, em 2004. Kassab foi apresentado como honesto, corajoso, que enfrenta os problemas , como um xerife.

A qualidade coragem foi a mais destacada pelos candidatos. Além de Kassab, Marta e Alckmin também mostraram-se como os candidatos que enfrentam os problemas da cidade sem medo.

A campanha de Alckmin disse que o tucano é o mais preparado, o mais competente, o mais simpático, o mais amigo . Foi explorada a imagem de homem com coração bom . O lançamento oficial da propaganda dos tucanos foi de noite e somente no segundo programa veiculou-se o depoimento gravado por Serra. O governador disse que a história do PSDB e a do candidato o levam a apoiar o candidato de seu partido. Alckmin foi destacado como um dos fundadores do PSDB. O candidato exibiu sua biografia e um depoimento de sua esposa, Lu Alckmin.

O programa de Marta fez um resumo das principais propostas do plano de governo e exibiu uma breve biografia. Sou hoje uma pessoa muito mais madura e muito mais preparada. Quero voltar a ser prefeita para melhorar o que eu fiz. Terminar o que comecei e fazer muita coisa que sonhei e não pude realizar , disse. Na voz de um locutor foi dito que Marta nasceu rica e escolheu dedicar a vida em favor dos mais pobres . A campanha usou o jingle de Lula, de 2006, com o bordão deixa Marta trabalhar .

O candidato do PP, Paulo Maluf, explorou a imagem de construtor de obras e destacou suas ações quando foi prefeito e governador.

Em confronto, estavam as obras de quatro candidatos que foram ou são administradores: Kassab, Marta, Alckmin e Maluf.

Soninha, do PPS, exibiu o programa mais simples. No cenário, apenas cartazes parecidos com cartolinas tinham dizeres como cultura e moradia . Quem foi que disse que só tem outro jeito de fazer política? A propaganda de Ivan Valente, do P-SOL, dizia: Vote em quem não tem rabo preso. Vote em coração valente.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG