Tamanho do texto

A Marcopolo decidiu conceder férias coletivas de duas semanas a 1,8 mil funcionários de sua unidade de Ana Rech, em Caxias do Sul (RS), aproveitando para aplicar a medida a empregados com o benefício pendente, explicou o diretor de relações com investidores, Carlos Zignani. Na cidade, onde fica sua matriz, a companhia tem 7,6 mil funcionários em duas unidades.

Apesar do ajuste na operação deste mês, a fabricante de ônibus reiterou suas expectativas para 2009, de R$ 2,6 bilhões de receita líquida e produção de 23 mil unidades no Brasil e exterior, acrescentou Zignani.

A Marcopolo havia adotado férias coletivas no final de dezembro, que terminaram no dia 11 de janeiro. Zignani considerou que o momento atual é melhor que aquele anterior às férias de dezembro e a atividade voltou em melhor nível, mas ainda há algumas preocupações. No exterior, a fábrica de Portugal terá uma semana de parada, mas sem efeito para a produção; a unidade produz 200 ônibus por ano.