Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega quer G-20 mais ativo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, que preside o G-20 espera que os ministros das Finanças utilizem o período que vai do fim do Encontro Anual do FMI, que se encerra oficialmente na segunda-feira, até o mês de novembro para que seja possível levar uma proposta de transformação do G-20 em órgão mais ativo.de gestão da crise.

Agência Estado |

Mas, ao mesmo tempo, Mantega admitiu, em entrevista, que é possível que se pense "em outro tipo de instituição" para ação rápida entre os emergentes para enfrentar crises. Uma instituição do tipo consultoria ou um "fórum de discussões".

O G-20, grupo que reúne países industrializados e em desenvolvimento, reuniu-se hoje (11) durante o Encontro Anual do FMI, em Washington. Pela primeira vez, teve a presença do presidente dos EUA, George W. Bush, durante as deliberações.

Até novembro, espera Mantega, "devemos ter tempo para refletir como será a conformação do G-20 sobre os problemas dos países. É fundamental para enfrentar crise desta natureza que haja coordenação de iniciativas". "Temos de transformar G-20 em instrumento que possa responder a questões mais imediatas e que possa coordenar melhor ações entre países", disse o ministro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG