Tamanho do texto

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que o Brasil possui condições de obter saldo nominal positivo das contas públicas "em breve". "Poderíamos ter alcançado em 2010 se não fosse a crise", disse durante o Seminário 10 anos de Lei de Responsabilidade Fiscal: Histórico e Desafios, organizado pelo Instituto Brasileiro de Direito Público (IDP) e pela área de projetos da Fundação Getúlio Vargas (FGV Projetos), em Brasília.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que o Brasil possui condições de obter saldo nominal positivo das contas públicas "em breve". "Poderíamos ter alcançado em 2010 se não fosse a crise", disse durante o Seminário 10 anos de Lei de Responsabilidade Fiscal: Histórico e Desafios, organizado pelo Instituto Brasileiro de Direito Público (IDP) e pela área de projetos da Fundação Getúlio Vargas (FGV Projetos), em Brasília. "Infelizmente isso foi postergado. Mesmo assim, o Brasil será uma das economias que terão um dos melhores resultados fiscais do mundo", disse, citando como exemplo as nações que compõem o G-20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo).

Mantega salientou que o Brasil continuou a ter solidez fiscal mesmo durante o período de turbulência. "As contas públicas evoluíram para um patamar de solidez bastante grande", afirmou. Ele lembrou que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) foi implantada no País há 10 anos e que, desde 2002, a trajetória da dívida pública brasileira tem sido de queda. "(Essa trajetória) foi interrompida em 2008 e 2009, mas foi retomada em 2010", observou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.