Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega nega uso do FGTS para capitalizar Petrobras

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou nesta segunda-feira, por meio de assessoria de imprensa, que o governo esteja estudando o uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para capitalizar a Petrobras.

Redação com agências |

 

Acordo Ortográfico No último domingo, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, confirmou, em entrevista à rádio CBN, a informação que fora publicada pelo jornal 'Folha de S. Paulo', de que o governo permitirá o uso de parte dos R$ 200 bilhões depositados atualmente nas contas vinculadas FGTS no processo de ampliação do capital da Petrobras.

"O presidente me pediu para desmentir a notícia do jornal 'Folha de S.Paulo' de que o governo estuda permitir o uso do FGTS para capitalizar a Petrobras na exploração do pré-sal", disse Mantega por meio de sua assessoria.

Segundo o ministro, ainda por meio de sua assessoria de imprensa, em nenhum momento se cogitou a utilização do FGTS para capitalizar a Petrobras.

Segundo Lupi, Esses recursos seriam usados exclusivamente para injetar capital nas operações de exploração do petróleo da chamada "camada pré-sal" pela Petrobras.

Procuradas pela reportagem do Último Segundo, até as 14h as assessorias do Ministério do Trabalho e do Palácio do Planalto não se manifestaram para comentar as informações dadas pelos ministros Lupi e Mantega.

(Com informações do Valor Online e Agência Estado)

Leia mais sobre FGTS

Leia tudo sobre: fgtspetrobras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG