O ministro da Fazenda, Guido Mantega, previu hoje que as vendas de veículos no Brasil tendem a se normalizar em breve. Ao anunciar a associação do Banco do Brasil com o Banco Votorantim, o ministro procurou, a todo momento, ressaltar a importância do negócio para o aumento de recursos ao financiamento de veículos, principalmente os usados, que foram reduzidos com a crise internacional.

Ele destacou que os bancos pequenos e médios eram os principais financiadores de veículos usados e que, com a redução do crédito provocada pela crise, esses financiamentos de veículos foram prejudicados. Ele disse que o Banco Votorantim tem expertise no financiamento de veículos e que, por meio do BB, haverá uma oferta maior de crédito para os carros usados. Mantega disse que as taxas estão recuando e lembrou que o Ministério da Fazenda já diminuiu o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Segundo ele, um estímulo ao mercado de veículos usados favorece também o mercado de veículos novos. Sobre o fato de o preço dos usados estar muito desvalorizado, desestimulando a troca, ele limitou-se a dizer que "são regras de mercado".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.