Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega: medidas de apoio à exportação terão impacto imediato

Ministro diz que iniciativas irão baratear o custo para os exportadores e aumentar a competitividade

AE |

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou há pouco, em entrevista, que as medidas de apoio ao setor exportador, que serão anunciadas amanhã, terão impacto imediato porque irão baratear o custo para o exportador e dar mais competitividade. Ele, no entanto, lembrou que há neste momento um cenário difícil no comércio mundial porque a maioria das economias não saiu da crise e está importando menos.

O ministro disse que, por conta disso, não há como "enfiar" mercadoria brasileira porque há limites. "Todo o mundo quer exportar. Então a concorrência fica mais difícil neste momento. Porém isso não significa que você deve abandonar a luta", afirmou.

Mantega disse que é preciso dar condições cada vez melhores para o exportador, não só agora como no futuro. Ele ressaltou que as exportações cresceram 19% no primeiro trimestre de 2010. O ministro avaliou também que o câmbio está mais estabilizado.

"Tem uma volatilidade menor do câmbio brasileiro desde que adotamos aplicação do IOF para diminuir os excessos de entrada de capital estrangeiro", avaliou. Segundo ele, o câmbio, desde a taxação, ficou num patamar razoável e diminuiu a volatilidade. "Acredito que vamos manter uma volatilidade menor no câmbio", afirmou. Mantega, no entanto, não quis antecipar nenhuma das medidas que serão anunciadas amanhã à tarde, durante a reunião do Grupo de Acompanhamento da Competitividade (GAC).

Leia tudo sobre: Mantegaexportaçõesmedidas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG