Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega: inflação já está sendo debelada

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que a inflação já está sendo debelada no País. Todos os índices estão caindo mês a mês.

Agência Estado |

Estamos muito satisfeitos", afirmou a jornalistas momentos após participar do evento na capital paulista em comemoração aos 40 anos da revista Veja.

De acordo com ele, a desaceleração da inflação significa que a meta de 4,5% determinada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para este e os próximos dois anos "é correta, é adequada". O ministro citou a pesquisa semanal Focus, formada pelas expectativas de analistas do mercado financeiro, que prevêem uma taxa inferior a 6,50% para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano, portanto abaixo do teto da meta (que permite dois pontos porcentuais para cima ou para baixo dos 4,5% definidos pelo CMN). "Isso é importante em um ano em que houve inflação planetária e crise financeira mundial", acrescentou.

Indústria

Mantega avaliou que o resultado da política industrial de julho, divulgado hoje pelo IBGE, foi positivo, mas que o governo já tem indicadores de que alguns setores já começam a registrar desaceleração de suas atividades. Questionado sobre quais seriam esses setores, Mantega apenas respondeu: "Não posso antecipar".

O ministro ressaltou que a taxa de crescimento do crédito, que estava próxima de 30% ao ano, deve cair para uma faixa de 15% a 20% anuais, sem mencionar quando isso ocorrerá. "Tomamos medidas para reduzir um pouco o crescimento do País, que estava muito acelerado", acrescentou. O intuito, segundo ele, é o de manter a expansão da atividade, mas de forma moderada e sustentada. "Já notamos uma redução no volume do crédito e isso deve moderar a demanda e levar o PIB (Produto Interno Bruto) a crescer entre 4,5% e 5%, o que é desejável".

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG