Tamanho do texto

São Paulo, 20 - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou que o governo está prestes a aumentar de 65% para 70% a parte da poupança rural direcionada à agricultura, de forma a disponibilizar mais recursos para o setor. A medida deve acrescentar R$ 2,5 bilhões ao setor, calculou o ministro.

Ele destacou que o Banco do Brasil já liberou outros R$ 10 bilhões para a agricultura.

Segundo o ministro, a medida poderá ser anunciada amanhã pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Mantega, no entanto, observou que o CMN precisa primeiro criar uma resolução e depois aprová-la, mas a partir deste momento a liberação dos recursos será rápida.

"Não parece haver motivo para uma redução da safra 2008/2009", disse Mantega, que concedeu entrevista à imprensa após uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, o presidente do Banco do Brasil, Antônio Francisco Lima Neto, e a presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Coelho. "De modo geral, estamos dando conta das questões de falta de crédito na agricultura", avaliou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.