Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega espera déficit externo de US$33 bi em 2009

O déficit em transações correntes do Brasil deve acelerar para 32,7 bilhões de dólares em 2009 após fechar 2008 em US$ 24,9 bilhões, previu o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em apresentação feita nesta quarta-feira. Segundo projeção do ministro, o déficit no próximo ano superará os investimentos estrangeiros diretos de US$ 30 bilhões o que pode significar que o país precise de investimentos de curto prazo para financiar suas contas externas no período.

Reuters |

Para 2010, Mantega estimou que o déficit em transações correntes recuará ligeiramente, para US$ 31,8 bilhões, mas ainda assim ficará acima dos US$ 28 bilhões estimados para os investimentos estrangeiros no ano.

Mantega apresentou suas projeções em apresentação à Confederação Nacional da Indústria (CNI), posteriormente divulgada pelo ministério.

No documento, Mantega afirma que a redução do saldo em conta corrente é um reflexo da aceleração do crescimento do país, da desaceleração do crescimento mundial, da crise de crédito imobiliário e da valorização do real frente ao dólar.

O crescimento doméstico aumenta a demanda por importações e o desaquecimento do resto do mundo tem impacto sobre os preços das commodities exportadas pelo Brasil.

De janeiro a junho, o país acumulou um déficit recorde de US$ 17,4 bilhões. Será a primeira vez em cinco anos que o país fechará o ano com déficit externo.

Leia tudo sobre: mantega

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG