Tamanho do texto

Ministro da Fazenda afirma que é preciso aguardar para ver se o mercado cambial irá se estabilizar depois das medidas já adotadas

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira que é preciso aguardar para ver se o mercado de câmbio irá se estabilizar depois das medidas já adotadas para frear a alta do real. Caso isso não ocorra, novas ações podem ser tomadas.

"Temos que observar, não vamos nos precipitar, para ver se não dá uma acalmada. Se não (acalmar), tomaremos mais medidas", disse a jornalistas na portaria do Ministério da Fazenda.

O governo dobrou a taxação sobre investimentos estrangeiros em renda fixa no início deste mês. Também como esforço para conter a valorização do real, o governo elevou o volume de dólares que o Tesouro pode comprar no mercado para saldar vencimentos futuros de dívida.

"Eu acredito que a principal razão que nós tivemos para essa valorização dos últimos dias foi uma forte entrada de dólares que houve no mês de setembro por causa da Petrobras", afirmou o ministro em referência à operação de capitalização da estatal.

"Foram 16 bilhões de dólares que entraram em setembro, é uma soma extraordinária. Diminuiu a entrada em outubro."

Nesta sessão, o dólar recuava levemente, negociado em torno de 1,66 real e mantendo-se nos menores níveis desde setembro de 2008, antes do agravamento da crise global.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.