Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega diz que Lula desmente uso do FGTS na Petrobras

BRASÍLIA - A pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou hoje que o governo pretenda reabrir a possibilidade de uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para a compra de ações da Petrobras. Por meio de sua assessoria de imprensa, Mantega desmentiu notícia publicada no fim de semana, e confirmada pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi, ao Valor Econômico. Não há estudos, nem foi cogitada essa possibilidade, disse Mantega. O presidente Lula me pediu para fazer o desmentido, prosseguiu.

Valor Online |

O uso do FGTS em ações da Petrobras foi permitido em 2000. A reabertura teria a finalidade de ampliar o processo de capitalização da estatal, de forma a injetar recursos nas operações de exploração da camada pré-sal de petróleo.

Ontem, Lupi avaliou como "positiva", a idéia de usar parte do patrimônio de R$ 200 bilhões do FGTS para aumentar os investimentos da estatal petrolífera. "É bom para a Petrobras, para o trabalhador e para o Brasil", disse o ministro do Trabalho, lembrando que a rentabilidade para quem manteve a aplicação nos últimos oito anos, ultrapassa 700%.

Lupi, porém, afirmou que a operação ainda dependeria de decisão formal do governo. "Devemos ter uma reunião no início de outubro para decidir como será esse desenho", disse o ministro.

"(Azelma Rodrigues | Valor Online)"

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG