Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega diz que governo zela por liquidez e cita reserva e compulsório

SÃO PAULO - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira que o governo pode, caso necessário, usar de forma criativa as reservas internacionais do País para garantir a liquidez do sistema financeiro. Segundo o ministro, não há no Brasil uma crise de solvência, mas apenas de liquidez e, por isso, o governo tem trabalhado para irrigar o mercado.

Valor Online |

 

"Estamos irrigando o sistema com dólares e recursos e estamos preparados para utilizar todos os mecanismos que pudermos para garantir a estabilidade. Podemos usar de forma criativa nossas reservas", disse Mantega, que não explicou o que seria esse "uso criativo". Ele, porém, mencionou o empréstimo compromissado de dólares (operação em que o BC vende moeda com compromisso de recompra futura) como uma possível alternativa.

Mantega afirma que essas ações visam evitar que instituições financeiras pequenas e médias fiquem sem liquidez. Por isso, é possível que haja mais flexibilização no compulsório imposto aos bancos.

O Banco Central já anunciou ontem à noite um novo afrouxamento. A mudança permite que os bancos que vierem a adquirir operações de crédito de outras instituições financeiras recolham menos compulsório sobre recursos a prazo.

Segundo o ministro declarou hoje em São Paulo, é importante agir rápido para que a falta de liquidez não acabe evoluindo para uma verdadeira crise de solvência. "Por isso abrimos a torneira do compulsório, que é muito elevado no Brasil", acrescentou.

Segundo Mantega, o próprio fato de o Brasil ter enfrentado o pior momento da crise - que para ele foi o mês de setembro - sem ter perdido "um dólar sequer" das reservas, significa que o País está mais preparado para enfrentar os problemas externos do que já esteve no passado.

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

 

Leia mais sobre: bancos

Leia tudo sobre: guido mantega

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG