Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega diz falta de liquidez ainda pesa e deve afetar demanda

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou há pouco que o crédito já está sendo escoado pelos grandes bancos, em algo como 80% do nível antes da crise financeira, iniciada em setembro. Ele afirma, no entanto, que os bancos médios e pequenos ainda estão sem liquidez e que alguns segmentos do setor produtivos continuam sem acesso ao crédito.

Valor Online |

"Vamos ter alguma queda de demanda por causa disso", disse ele.

Ao fazer um relato sobre a reunião ministerial iniciada pela manhã na Granja do Torto, Mantega disse que em novembro houve uma recomposição na oferta de crédito sobre outubro, embora ainda sem "normalização" e ainda "não no ponto ideal".

"Está faltando crédito ainda nos bancos pequenos e médios, que venderam carteiras mas ainda estão sem condições de voltar a dar empréstimos", o que tem afetado alguns setores produtivos, segundo o ministro.

Ele lembrou que a escassez de crédito atingiu o financiamento à exportação, os Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio (ACCs), que representam 5% do total de crédito. Ele disse ainda que a oferta de financiamento por parte dos bancos pequenos e médios, que se retraiu, equivale a 15% do mercado. Mesmo com a retração, Mantega diz esperar um crescimento do crédito ao redor dos 20% em 2009, sobre 2008.

Questionado sobre dados que apontam que o setor bancário foi o que mais lucrou no país neste ano, o ministro respondeu: "É um sinal de solidez do nosso sistema bancário, enquanto lá fora os bancos estão quebrando e precisando de socorro", comentou.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG