recuperação modesta na economia - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mantega afirma que há uma recuperação modesta na economia

BRASÍLIA- O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quarta-feira aos líderes partidários, após reunião do Conselho Político, que já há uma recuperação modesta da economia. A economia está dando sinais modestos de recuperação, afirmou o ministro Mantega, segundo informou o senador Renato Casagrande (PSB-ES).

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Segundo o líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (PT-RS), a ordem do presidente e a orientação do governo neste momento é "aproveitar a crise para crescer" e melhorar a posição relativa do Brasil no mundo.

"Todos os indicadores da economia brasileira apresentam sinais de melhora e comprova aquilo que trabalhávamos da idéia de que o Brasil é um dos países mais preparados do mundo pra enfrentar esta crise. Temos muita coisa pra fazer e estamos fazendo, preparando mais medidas, investimentos públicos, mais ampliação de crédito", ressaltou.

Durante a reunião, o presidente Lula teria reafirmado que o governo não irá reduzir "um centavo dos investimentos públicos". "A ideia é manter a aceleração da economia brasileira para que a queda no crescimento seja a menor possível no País. Ao contrário de outras épocas, agora não se diminui salário, ao contrário, se aumenta salário mínimo; não se corta investimentos públicos, ao contrário, se aumenta investimentos públicos, se amplia o crédito. E nós estamos otimistas em relação ao futuro da economia brasileira", destacou Fontana.

Ainda na reunião Lula citou como exemplo das medidas já anunciadas os R$ 36 bilhões das reservas que serão usados para a concessão de financiamento para empresas com dívidas no exterior. "O presidente ainda lembrou que, entre as medidas de estímulo econômico, estão o aumento do ritmo das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e um programa de habitação para famílias com renda até R$ 4 mil", disse o líder.

Leia tudo sobre: crise financeira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG