O ministro do Comércio britânico, Peter Mandelson, declarou nesta quarta-feira que está estudando um eventual resgate da Jaguar Land Rover (JLR), destacando que ainda não há nenhuma decisão a respeito.

Peter Mandelson indicou ao canal de televisão Sky News que está em discussão com os construtores automobilísticos para ajudá-los a sair da crise mas destacou que as marcas, propriedades do maior grupo automobilístico indiano Tata motors, estão numa situação "particularmente delicada".

"Estamos dando a volta do horizonte de todo o setor automobilítico. Venho discutindo com os proprietários e a direção da Jaguar Land Rover em particular, que destacam que estão num,a situaçãio particularmente delicada", declarou o ministro.

"Se considerarmos", continuou, "que esta situação se deve não às dificuldades a curto prazo, mas às pressões de longo prazo que o setor automobilístico, ou que são próprias destas marcas, vamos ver então quais medidas e qual intervenção apropriada devemos adotar".

"Nenhuma decisão a este respeito foi tomada ainda", acrescentou o ministro britânico.

Em novembro passado, o jornal The Sunday Times havia indicado que a Jaguar Land Rover estava em discussão para obter um empréstimo de um bilhão de libras esterlinas (1,19 bilhão de euros).

A Jaguar e a Land Rover, recompradas todas as duas em julho pelo grupo indiano Tata Motors, emprega aproximadamente 15.000 pessoas na Grã-Bretanha, país onde o setor automobilístico assim como nos EUA sofrem com o desaquecimento da economia mundial.

ar/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.