Tamanho do texto

Mais de meio milhão de trabalhadores chineses perderam seus empregos no último trimestre de 2008 devido à crise econômica, informou o governo nesta terça-feira.

No final de dezembro, 8,86 milhões de cidadãos estavam oficialmente sem emprego, ou seja, 560.000 a mais que nos três meses antes, informou o ministro de Recursos Humanos, Yin Chengji, citado pela agência Nova China.

"Isso mostra o impacto da crise financeira internacional sobre a situação do emprego na China", comentou posteriormente em coletiva de imprensa.

Em 2008, a taxa oficial de desemprego urbano progrediu pela primeira vez desde 2003, a 4,2% no final do ano, em comparação com os 4,0% no final de 2007, segundo estatísticas oficiais.

wf-ph-jg/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.