SÃO PAULO - Foram resgatados 114 trabalhadores que estavam presos há nove dias numa mina de carvão localizada na província chinesa de Shanxi, informou a agência oficial de notícias Xinhua. No entanto, outras 39 pessoas permanecem presas. Segundo o governador de Shanxi, Wang Jun, as equipes de resgate continuam a buscar sobreviventes.

SÃO PAULO - Foram resgatados 114 trabalhadores que estavam presos há nove dias numa mina de carvão localizada na província chinesa de Shanxi, informou a agência oficial de notícias Xinhua. No entanto, outras 39 pessoas permanecem presas. Segundo o governador de Shanxi, Wang Jun, as equipes de resgate continuam a buscar sobreviventes. " Métodos científicos e tecnologia usados no resgate garantiram que os trabalhadores fossem resgatados com vida, após ficarem uma semana presos " , disse o chefe do Partido Comunista em Shanxi, Zhang Baoshun. Ele explicou que a maioria dos sobreviventes foi trazida de uma plataforma de trabalho, onde as equipes de resgate fizeram um buraco vertical na semana passada, que garantiu a entrada de oxigênio na mina inundada. Segundo Baoshun, a maior parte dos sobreviventes estava em condição estável e conseguia falar com sobriedade. Uma equipe de médicos com experiência em desastres, organizada pelo Ministério da Saúde, chegou a Shanxi para auxiliar os trabalhos. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.