Londres, 16 jul (EFE).- Doze mil pessoas ficaram desempregadas no Reino Unido entre março e maio, o que aumentou o número total de pessoas sem trabalho para 1,62 milhão, o equivalente a 5,2% da população ativa local, informou hoje o Escritório Central de Estatísticas (ONS).

Já o número dos que recebem o seguro-desemprego subiu em junho em 15.500 pessoas, para 840.100 no total, o maior aumento desde dezembro de 1992.

O salário médio dos trabalhadores no país subiu 3,8% nos últimos 12 meses, até maio passado.

Entre os setores mais atingidos pelo desemprego estão o da construção civil e o financeiro.

Segundo analistas locais, as companhias se viram obrigadas a reduzir suas vagas devido à alta dos custos da energia, a queda da confiança entre os consumidores e a desaceleração no setor imobiliário britânico. EFE vg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.