SÃO PAULO - Terminou há pouco o 7º Leilão de Energia Nova com uma movimentação de R$ 60 bilhões. Ao todo foram vendidos 3.

125 MW de energia que serão entregues a partir de 2013. Apenas uma usina hidrelétrica foi leiloada e a concessão foi arrematada pela empresa Neonergia. O preço da energia de Baixo Iguaçu ficou próximo a R$ 99,00 o MW/h e o empreendimento vai gerar 121 MW médios.

Ao todo, 23 usinas termelétricas foram negociadas e juntas vão produzir 3.004 MW médios de energia a partir de 2013. O preço médio ficou na casa dos R$ 145,00 o MW/h. O maior negócio foi fechado pela MPX Energia que garantiu uma receita fixa anual de R$ 206 milhões para a energia a ser gerada pela usina termelétrica de Porto do Pecem II. A usina será operada a carvão mineral importado e terá 204 MW médios de energia assegurada. O preço da usina de Pecém foi estabelecido em R$ 140,00 o MW/h. Entre as principais compradoras de energia está a Cemat, distribuidora de energia Mato Grosso.

Apesar da ameça de bomba, que fez com que a Polícia evacuasse o prédio da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e que atrasou o leilão em quase duas horas, a disputa terminou rapidamente. No leilão de A-3, que negociou energia para 2011, a disputa durou quase onze horas e fez com que o preço da energia ficasse inferior aos negócios fechados hoje.

(Josette Goulart | Valor Econômico, para o Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.