Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mais de 19 mil bancários estão em greve em São Paulo e Osasco, diz sindicato

SÃO PAULO - Mais de 19 dos 120 mil bancários de São Paulo e 210 locais de trabalho (centros administrativos e agências) estão paralisados nesta quinta-feira, segundo o sindicato dos bancários do Estado. A categoria está de braços cruzados em todo o país desde a quarta-feira para que os bancos aceitem uma pauta de reivindicações. Ainda nesta quinta, a categoria realiza uma assembléia para avaliar o movimento e organizar a paralisação da sexta-feira.

Redação |

Acordo Ortográfico

"Ampliamos a greve em locais estratégicos onde funcionam os prédios administrativos dos bancos. Os banqueiros já sabem o que queremos. Enquanto eles não reabrirem as negociações e apresentarem uma proposta digna à categoria, vamos continuar em greve", disse Luiz Cláudio Marcolino, presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.

Os bancários de São Paulo, Osasco e região entraram em greve por tempo indeterminado, reivindicando reposição salarial de 7,15%, por conta do efeito da inflação, e mais 5% de aumento real, além da valorização dos pisos, auxílio-creche no valor de R$ 415, vale-refeição no valor de R$ 17,50 por dia e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) composta de três salários, mais valor fixo de R$ 3.500.

O sindicato dos bancários garante que o auto-atendimento aos clientes não será atingido pela paralisação e cabe às direções dos bancos decidirem se fecham ou se mantêm aberta a área dos caixas eletrônicos.

Leia mais sobre bancários

Leia tudo sobre: bancáriosgreve

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG