Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Maioria dos ADRs brasileiros caiu mais de 20% em NY

As fortes perdas registradas nos mercados de ações levaram os ADRs (recibos de ações negociados nos EUA) das companhias brasileiras a uma expressiva desvalorização hoje na Bolsa de Nova York. A maioria dos papéis fechou o dia com perdas porcentuais de dois dígitos.

Agência Estado |

O índice Dow Jones iniciou o dia negativo e acentuou a queda ao longo da tarde. Nos minutos finais da sessão, o Dow Jones perdeu 8,36% para logo depois fechar em queda de 7,87%, a maior desde outubro de 1987. Os mercados continuam temerosos quanto aos efeitos da crise financeira sobre a economia global.

A valorização do dólar sobre o real, que hoje foi de 3%, também influenciou as cotações dos ADRs, já que os recibos são negociados em dólar na Bolsa de Nova York, mas têm como referência os papéis, em reais, negociados na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Em Nova York, o ADR da CSN liderou as baixas com queda de 27,19% para US$ 10,74, seguido de Gafisa, que cedeu 26,18% para US$ 12,77, e Unibanco, com queda de 26,01% para US$ 59,19. Ainda no setor financeiro, Bradesco cedeu 21,78% para fechar em US$ 10,56 e Itaú recuou 21,65% para US$ 10,93.

Entre as blue chips (ações de primeira linha), Petrobras ON fechou com queda de 23,07%, a US$ 25,07, e Petrobras PN terminou o dia com perda de 19,89%, a US$ 20,95. Os preços do petróleo recuaram 5,20% para US$ 74,54 o barril no pregão regular e nas transações eletrônicas da Bolsa Mercantil de Nova York recuavam para baixo de US$ 74. Vale ON caiu 23,80%, para US$ 11,14, e Vale PN registrou queda de 21,64%, a US$ 10,39.

TAM perdeu 12,91% e fechou em US$ 11,60, enquanto Gol recuou 22,15% para US$ 3,41. No setor de alimentação, Perdigão cedeu 10,44% para US$ 28,38 e Sadia caiu 11,21% para US$ 7,21.

O índice composto de ADRs do Bank of New York fechou com queda de 11,27%, aos 101,73 pontos, enquanto o subíndice dos papéis da América Latina recuou 17,42%, para 200,83 pontos.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG