Os principais mercados da Ásia fecharam em queda pelo segundo pregão seguido. As Bolsas foram influenciadas especialmente pela alta dos preços do petróleo, acendendo preocupações com a inflação, e o fato de a crise financeira não sinalizar um fim.

A Bolsa de Hong Kong não funcionou por causa de temores com a passagem de um tufão.

A alta do petróleo e a decepção dos investidores com o fato de o governo chinês não ter revelado quais serão as medidas de estímulo à economia e aos mercados financeiros fizeram as Bolsas da China fechar em queda. O índice Xangai Composto caiu 1,1% e encerrou aos 2.405,23 pontos. Já o Shenzhen Composto perdeu 1,8% e terminou aos 676,76 pontos. Yuan - O declínio do dólar sobre as principais moedas internacionais e a queda na taxa de paridade central dólar-yuan pelo quarto pregão seguido fizeram a moeda chinesa se valorizar em relação à unidade norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8333 yuans, de 6,8442 yuans quinta-feira. O Banco do Povo da China fixou a taxa de paridade central dólar-yuan em 6,8357 yuans, ante 6,8518 yuans ontem.

Após os ganhos do início do pregão, a Bolsa de Taipé , em Taiwan, fechou em ligeira baixa, influenciada pelas perdas na Coréia do Sul e no Japão. O índice Taiwan Weighted caiu 0,1% e encerrou aos 6.911,64 pontos, com fraco volume de negociações. O mercado da Coréia do Sul estendeu as perdas e fechou em queda pelo quinto pregão consecutivo. O índice Kospi, da Bolsa de Seul , perdeu 1% e terminou aos 1.496,91 pontos, no pior fechamento desde 6 de abril do ano passado. Nas Filipinas, o mercado também apresentou queda pelo quinto pregão seguido, por conta da disparada do petróleo. O índice PSE Composto, da Bolsa de Manila , caiu 0,1% e fechou aos 2.653,18 pontos. Já a disparada nos preços das commodities estimulou a Bolsa de Sydney , na Austrália, a fechar em alta, com forte rali nos setores de produtores de materiais e de energia. O índice S&P/ASX 200 ganhou 1,2% e encerrou aos 4.931,4 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em ligeira alta, mas com o enfraquecimento dos papéis imobiliários mitigando os ganhos das ações ligadas a commodities, que subiram com a alta do petróleo. O índice Strait Times subiu 0,4% e fechou aos 2.723,30 pontos. Na Indonésia, o índice composto da Bolsa de Jacarta subiu 1,5% e fechou aos 2.120,49 pontos, com compras de ofertas em papéis de telecomunicações e ações relacionadas a commodities devido à alta do petróleo. A alta do petróleo também elevou as ações de energia na Tailândia, onde o índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 0,8% e fechou aos 681,93 pontos. Também ajudou a recuperação de papéis de bancos após recentes quedas. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur , na Malásia, subiu 1,3% e fechou aos 1.085,60 pontos, com as altas em ações de empresas agrícolas, financeiras e governamentais. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.