Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Maior banco japonês apresenta suas primeiras perdas líquidas

Tóquio, 6 fev (EFE).- O Mitsubishi UFJ, maior banco do Japão, anunciou hoje perdas líquidas de 134,1 bilhões de ienes (US$ 1,470 bilhão de dólares) no último trimestre enquanto de abril a dezembro também teve perdas líquidas de 42,070 bilhões de ienes (US$ 463 milhões).

EFE |

Estas são as primeiras perdas na história da entidade bancária, que nasceu em 2005 da fusão do Mitsubishi-Tóquio com o UFJ.

A queda de receita obrigou a entidade a cortar o lucro líquido para o ano fiscal 2008, que termina em março, para 50 bilhões de ienes (US$ 550 milhões), o que representaria uma queda de 92,1% em relação ao exercício de 2007.

O Mitsubishi-UFJ atribuiu esta queda histórica à redução da receita por comissões relacionadas a investimentos, seguros e negócios imobiliários, apesar de ter economizado no custo dos créditos.

A crise mundial provocou de abril a dezembro uma queda do lucro antes de impostos de 82,8%, para 113,920 bilhões de ienes (US$ 1,250 bilhão), sobre receita de 4,34 trilhões de ienes (47.770 milhões de dólares), 8,6% menor em taxa anualizada.

O banco anunciou que tem cerca de 215 bilhões de ienes (US$ 2,3 bilhões) em perdas relacionadas com a Bolsa de Valores para o último trimestre de 2008, comparado com 17,5 bilhões de ienes (US$ 192,6 milhões) de perdas no mesmo período do ano anterior.

Além disso, os custos relacionados com dívidas de pagamento duvidoso aumentaram 47%, para 98,6 bilhões (US$ 1 bilhão) no mesmo período. EFE jmr/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG