O Kaupthing Bank, maior banco da Islândia, pediu concordata no Tribunal Federal de Falências dos Estados Unidos apenas duas semanas depois de o governo islandês intervir na instituição, na tentativa de estabilizar o sistema financeiro do país. O pedido, apresentado no domingo, lista US$ 14,8 bilhões em ativos e US$ 26 bilhões em dívidas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.