Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Maggi: recurso adicional para crédito rural não chegou no produtor

Brasília, 21 - Após reunir-se com o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, o governador do Mato Grosso, Blairo Maggi, afirmou que os produtores rurais ainda não tiveram acesso aos recursos adicionais liberados pelo governo para o crédito rural. De acordo com ele, esse problema é verificado em outros setores que foram beneficiados por medidas de crédito anunciadas nas últimas semanas pelo governo para combater os efeitos da crise financeira internacional.

Agência Estado |

"De uma maneira geral, esses recursos não chegaram na ponta", afirmou.

Apesar das medidas anunciadas pelo Banco Central e pelo Ministério da Fazenda para elevar a oferta de crédito, o governador disse que os financiamentos continuam muito caros. "Na semana passada, não havia oferta de dinheiro. Nesta semana, a oferta de crédito aumentou, mas (o custo do financiamento) continua alto", disse.

Maggi lembrou que um contrato de Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC) custava Libor mais 4% antes da crise que reduziu a oferta de crédito. Hoje, o custo do mesmo contrato é de Libor mais 15%. A Libor é a taxa para empréstimos entre bancos.

Diante desse quadro, o governador defendeu que o Banco do Brasil "entre no mercado oferecendo juros civilizados", que, segundo ele, devem ser de Libor mais 5% ou 6%. "Sem isso, nenhuma trading vai tomar esses financiamentos e repassar para os produtores", disse.

Para o governador, a economia mundial está "no meio de um terremoto". "Não dá para sair de casa para saber quem se salvou ou não. Vai demorar alguns dias para a oferta de crédito voltar para a normalidade", afirmou.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG