O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, disse hoje que o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) deve aprovar, na reunião de hoje, a ampliação do limite máximo de parcelas do seguro-desemprego, de cinco para sete parcelas. Segundo o ministro, a ampliação valerá apenas para alguns setores comprometidos com medidas para enfrentar a crise financeira internacional.

A siderurgia, segundo Lupi, é um desses setores. Ele informou que até o final do mês o ministério vai definir os setores que serão contemplados com a medida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.