O presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou que o governo vá ajudar empresas em dificuldades que não tenham condições de tomar dinheiro emprestado. O governo não ajudará empresas.

O governo emprestará dinheiro, através dos bancos, para quem tiver condições de pegar dinheiro emprestado", disse, durante entrevista à imprensa em Nova Délhi, na Índia, quando questionado sobre as empresas que estão em dificuldade em razão da alta do dólar.

Segundo Lula, esses empréstimos poderão ser concedidos através dos bancos brasileiros, "dos quais fazem parte os oficiais". "Quem quiser dinheiro e quiser tomar emprestado, terá emprestado dinheiro", disse.

O presidente voltou a afirmar que não há problemas em bancos grandes no Brasil. "Nos bancos grandes ninguém tem problema. O que nós detectamos eram problemas em bancos de investimentos, pequenos. Foi por isso que nós há algum tempo atrás tomamos as medidas para que os bancos maiores pudessem comprar as carteiras desses bancos menores. Depois, mandamos a medida provisória para poder fazer o redesconto pelo próprio Banco Central para não permitir que os bancos grandes ficassem com a espada na cabeça dos bancos pequenos", disse.

Lula acrescentou que o Banco do Brasil, depois, comprou três carteiras de bancos menores. "Agora, com a MP , quem tiver problema, vai ao BC e faz o redesconto sem nenhum problema", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.