Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lula ressalta confiança no Brasil diante da crise

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou para empresários, na noite de ontem, o que classifica como a resposta serena do Brasil em relação ao atual momento de turbulência internacional. Isto, acrescentou para uma platéia de empresários e investidores em Nova York, confirma o novo patamar de segurança econômica brasileira.

Agência Estado |

 

As políticas monetária e fiscal, o controle da inflação, conquista do grau de investimento e a acumulação de reservas foram descritos pelo presidente como fatores que permitem "um crescimento econômico sustentável".

Lula observou que o País cresce a vinte e seis trimestres consecutivos, criando emprego e renda. "Somente este ano serão (criados) mais de dois milhões de novos empregos e melhores salários. Estes números pouco significariam se não se traduzissem em sensível melhora na qualidade de vida da população brasileira", acrescentou.

Depois de ser condecorado com a Insígnia de Ouro, do Conselho das Américas e Sociedade das Américas, o presidente reconheceu que "nada disso seria possível sem política macroeconômica responsável". "Hoje o Brasil é credor líquido e a economia é muito menos vulnerável", completou.

Diante do que classificou como "pessimismo dos últimos dias", em referência `a crise do mercado financeiro, acrescentou para a platéia que queria trazer uma mensagem "distinta, uma palavra de otimismo, mensagem de confiança no Brasil". "Construímos a maior garantia que um país pode ter contra crises globais, a força de um mercado interno que se expande a cada dia."

Leia mais sobre: crise nos EUA

Leia tudo sobre: crise nos eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG