Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lula quer ampliar o debate da crise com empresários e banqueiros

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recomendou aos seus ministros que conversem com empresários, banqueiros, representantes do comércio para ter uma visão mais clara do impacto da crise na economia real e as perspectivas desses agentes para 2009, informou uma fonte presente à reunião de coordenação política realizada hoje de manhã no Palácio do Planalto. Por meio desses contatos, o governo poderá transmitir confiança aos empresários, uma das preocupações do presidente Lula, e ao mesmo tempo ter um termômetro mais efetivo do que os agentes econômicos esperam para o ano que vem e, assim, definir com mais precisão o momento em que deverá atuar para minimizar possíveis impactos da crise.

Agência Estado |

Segundo a fonte, na reunião de coordenação realizada hoje Lula colocou três pontos para seus ministros: primeiro, a casa está arrumada; segundo, os projetos prioritários do governo - definidos no âmbito do PAC - não vão parar; e, terceiro, é necessário cuidar do crédito, mantendo a oferta de financiamentos não só para as empresas, mas também para as pessoas físicas. Por isso, todas as modalidades de financiamento, inclusive o crédito consignado que mudou o nível do crédito no Brasil, terão monitoramento especial do governo neste período.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG