O presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu para março o leilão do trem-bala, que vai interligar Rio, São Paulo e Campinas. Em março, vamos fazer o leilão, para que a gente possa colocar o Brasil no padrão de Primeiro Mundo, afirmou o presidente, em visita a São Paulo.

O projeto está atualmente em fase de análise econômico-financeira no Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).

Freqüentemente citada por candidatos em época de eleição, a proposta já foi incluída entre as bandeiras de campanha da candidata do PT à Prefeitura, Marta Suplicy. Quando era ministra do Turismo, ela incluiu a idéia num projeto de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014. Por essa proposta, seriam necessários R$ 15,3 bilhões para a construção do trem.

O presidente fez a promessa na entrega de um prêmio da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção. Ele foi homenageado por se destacar no incentivo ao desenvolvimento do setor e ganhou uma pá de pedreiro dourada. "Esse prêmio é minha medalha de ouro", brincou, lembrando as premiações de brasileiros em Pequim. Antes da cerimônia, Lula acompanhou o Hino Nacional na voz do cantor Agnaldo Rayol. E brincou: "Se tivesse a voz do Agnaldo Rayol, ia cantar em vez de falar."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.