Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lula oferece a Uribe aliança no setor de biocombustíveis

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, ofereceu neste sábado em Bogotá uma aliança com a Colômbia no setor de biocombustíveis, e destacou o aumento dos investimentos brasileiros no país vizinho.

AFP |

"O Brasil deseja cooperar como aliado com a Colômbia na área de biocombustíveis", disse Lula ao inaugurar, ao lado do presidente Alvaro Uribe, um encontro de empresários das duas nações.

"Nossos países possuem grande potencial nesse campo e podem mostrar ao mundo, com exemplos práticos, as numerosas vantagens desses combustíveis limpos e renováveis", acrescentou; o presidente brasileiro fica na Colômbia até amanhã, domingo, em visita oficial.

Brasil e Colômbia são, nessa ordem, os principais produtores de biocombustíveis na América Latina.

Lula também destacou o aumento dos investimentos brasileiros e os negócios com a Colômbia, referindo-se em particular à construção de uma linha de trem para o transporte de carvão e a participação da estatal Empresa Colombiana de Petróleos (Ecopetrol) em projetos de exploração no Brasil.

"O Brasil financia integralmente a participação de suas empresas na construção da estrada de ferro de Carare para transportar carvão de alta qualidade", afirmou, lembrando também que a "Ecopetrol assinou seis contratos com a Agência Nacional de Petróleo para a exploração no Brasil junto com a Petrobras".

Uribe pediu a Lula aumentar os investimentos em seu país, mencionando projetos como a construção de uma estrada que ligaria o litoral do Atlântico ao Pacífico colombiano.

"Estamos muito agradecidos com os investimentos brasileiros na Colômbia, que são importantes. Nosso povo os vem recebendo com entusiasmo. Mas precisamos muito mais", afirmou Uribe no mesmo ato.

Destacou que, para isso, seu governo introduziu "incentivos tributários muito importantes voltados para os investidores". "Hoje, a lei colombiana autoriza os investidores a firmarem acordos de até 20 anos com o governo. E estamos avançando nos acordos de comércio", destacou.

Entre janeiro e abril de 2008, a Colômbia exportou para o Brasil 262 milhões de dólares em produtos contra 683 milhões de dólares em compras.

axm/jb//sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG