O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que somente tomará uma decisão sobre o reajuste das aposentadorias superiores a um salário mínimo depois que o projeto for aprovado no Congresso Nacional. "Vou esperar votar e quando chegar à minha mesa tranquilamente eu vou tomar a decisão sobre o que fazer", afirmou, em entrevista coletiva após participar do Congresso Brasileiro do Aço, na capital paulista.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que somente tomará uma decisão sobre o reajuste das aposentadorias superiores a um salário mínimo depois que o projeto for aprovado no Congresso Nacional. "Vou esperar votar e quando chegar à minha mesa tranquilamente eu vou tomar a decisão sobre o que fazer", afirmou, em entrevista coletiva após participar do Congresso Brasileiro do Aço, na capital paulista.

Lula afirmou que não fará nenhuma "injustiça" com os aposentados, mas reiterou que o governo havia fechado um acordo com as centrais sindicais que sofreu emendas no Congresso Nacional. O reajuste seria de 6,14%, mas parlamentares têm insistido em 7,71%. O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, afirmou que o governo não aceitará um índice superior a 7%.

"Eu nem posso dizer se vou manter ou não vou manter. Eu tenho que saber quais são as condições políticas que foram votadas e as condições de a Previdência suportar isso", declarou. "Também não tenho nenhum intuito de fazer qualquer injustiça para os aposentados, mas eu tenho que levar em conta a disponibilidade do dinheiro que é do próprio trabalhador."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.