Tamanho do texto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva liberou crédito suplementar no valor de R$ 4,224 bilhões para o Ministério da Previdência Social para reforço de dotações constantes da Lei Orçamentária em vigor.

De acordo com decreto, assinado pelo presidente Lula e pelo ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, e publicado nesta quarta-feira no "Diário Oficial da União", os recursos se destinam, basicamente, ao pagamento de benefícios da Previdência, como aposentadorias urbanas e rurais, aposentadorias especiais, auxílio-doença, salário-maternidade, pensões e abonos.

Os recursos necessários à abertura do crédito decorrem, segundo o decreto, "de anulação parcial de dotações orçamentárias".

Em outro decreto publicado hoje, o presidente da República destina mais R$ 3 milhões de crédito suplementar ao Ministério da Previdência Social para reforço de dotação constante da Lei Orçamentária. Esses recursos são destinados ao cumprimento de sentenças judiciais.

Leia mais sobre Previdência

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.