O presidente Luiz Inácio Lula da Silva considerou correta a decisão da colega argentina, Cristina Kirchner, de saldar a dívida de 6,706 bilhões dólares com o Clube de Paris, em uma entrevista à imprensa de Buenos Aires.

"O Clube de Paris foi uma decisão correta da presidente Cristina. Acredito que há momentos para tomar posições duras, tempos para radicalizar as posturas e há momentos para fazer negociações", afirma o presidente brasileiro em uma entrevista ao jornal Clarín.

Lula destacou que a presidente "só pôde pagar porque a Argentina hoje tem uma condição muito melhor do que recebeu (o ex-presidente Néstor) Kirchner (2003-2007) quando começou (seu mandato)", em referência à crise econômica, social e institucional que sacudiu o país no início da década.

A presidente Cristina Kirchner anunciou semana passada o pagamento da dívida com o Clube de Paris, como parte de um programa para acabar com o endividamento do país que pretende melhorar a capacidade de financiamento externo da Argentina.

lt/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.