Tamanho do texto

Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Hugo Chávez (Venezuela) disseram nesta terça-feira, em Tucumán (norte argentino), que Washington precisa explicar a reativação da Quarta Frota Naval americana, voltada para América Latina e Caribe.

Lula e Chávez assinalaram que a região é pacífica e manifestaram seu temor em relação aos recursos naturais da região.

O presidente brasileiro deu instruções ao chanceler Celso Amorim para que analise o tema com a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice.

"Descobrimos petróleo a 300 km da costa brasileira. Queremos que os Estados Unidos nos expliquem isso (a Quarta Frota), porque vivemos em uma região totalmente pacífica", disse Lula, após participar da Cúpula do Mercosul.

Antes da sessão plenária da Cúpula, Chávez afirmou que a reativação da Quarta Frota é uma "ameaça" para a América Latina.

"Que razão podem ter os Estados Unidos para enviar uma força naval tão poderosa a uma região em paz?" - perguntou Chávez, ao defender que o Mercosul peça explicações a Washington.

O governo dos Estados Unidos "jamais vai admitir que é por nossos recursos naturais".

"O Mercosul político deve perguntar aos Estados Unidos: 'o que é isso?' Mas não tenho dúvidas: é uma ameaça".

O Pentágono anunciou a reativação da Quarta Frota a partir de 1º de julho para ter uma maior presença naval no Caribe e na América Latina.

gm/LR/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.