O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, telefonou ontem para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comentar a crise financeira mundial, informou uma fonte do Planalto.

Lula perguntou se Bush tinha idéia de quanto tempo levaria para que as medidas do pacote tivessem efeito no mercado. Bush respondeu que seriam necessárias duas semanas e meia.

No fim de semana, o presidente Lula telefonou para Bush, que só ontem ligou de volta. Na conversa, de 15 minutos, Lula felicitou o presidente americano pela aprovação do pacote de ajuda financeira pelo Congresso e disse que a medida é um passo para o reequilíbrio da economia.

Segundo a mesma fonte, Lula disse a Bush que o Brasil enfrenta a crise num momento de solidez econômica, o que faz com que esteja mais preparado para enfrentar abalos. Bush concordou e ressaltou que os EUA têm a desvantagem de terem sido atingidos num momento de declínio da atividade econômica.

Lula disse a Bush que era preciso criar mecanismos de controle do mercado financeiro, como já havia destacado em discurso na ONU, há um mês. O presidente ressaltou ainda a importância da conclusão da Rodada Doha para aliviar os efeitos da crise mundial. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.