BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que a direção do Banco do Nordeste (BNB) quer R$ 10 bilhões adicionais para ampliar sua carteira de empréstimos, em especial ao microcrédito e à agricultura familiar. Ele pediu ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, uma avaliação sobre a possível capitalização do banco público.

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que a direção do Banco do Nordeste (BNB) quer R$ 10 bilhões adicionais para ampliar sua carteira de empréstimos, em especial ao microcrédito e à agricultura familiar. Ele pediu ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, uma avaliação sobre a possível capitalização do banco público. Pouco antes, em uma feira sobre a agricultura familiar promovida pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário, Lula havia mencionado o pleito do BNB, dizendo que teria que consultar Mantega. Depois de repetir dados sobre aumento de crédito em seu governo, inclusive a elevada participação de bancos públicos na oferta global no período da crise mundial, Lula defendeu a concessão de empréstimos à população mais carente, que "tem vergonha de dever", por isso paga em dia. "É muito fácil cuidar dos pobres. É por isso que a gente colhe resultados", afirmou o presidente. Ele voltou a citar que, em 2002, antes de seu governo, o BNB emprestou R$ 262 milhões a uma taxa de 37,5% de inadimplência. Em 2009, o banco estatal emprestou R$ 22 bilhões com inadimplência de 3%, concluiu Lula. (Azelma Rodrigues e Paulo Lyra | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.