Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lula diz não ter avaliação sobre Nossa Caixa, mas quer BB na liderança

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula a Silva afirmou hoje (18) que ainda não tem uma avaliação sobre a compra da Nossa Caixa pelo Banco do Brasil. Segundo ele, a decisão não seria tomada na reunião que teria nesta tarde com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e os presidentes de bancos públicos.

Valor Online |

"Tenho que ouvir primeiro o Mantega, depois o presidente do Banco do Brasil [Antônio Francisco de Lima Neto] e depois os interesses do governador [de São Paulo] José Serra. Aí, tomarei uma decisão", disse Lula, após almoço oferecido ao presidente da Indonésia, Susilo Yudoyono, no Palácio do Itamaraty.

Sobre a operação, o presidente afirmou "o Banco do Brasil era o principal banco do Brasil, mas, com a fusão do Itaú com o Unibanco, passou a ser o segundo. E nós queremos que ele [BB] seja muito maior do que qualquer outro banco no país.".

De acordo com o presidente, o tema principal da reunião de hoje seria crédito. "Quero saber como está fluindo o crédito nos nossos bancos". Lula disse que não há falta de dinheiro: o problema é que as pessoas estão com medo de consumir o que, segundo ele, pode gerar uma crise na economia real.

"Temos que tomar cuidado para não incentivar as pessoas que estão endividadas a fazerem compras. Quem está endividado tem que pagar dívida, e não fazer novas despesas, mas quem não está endividado pode comprar normalmente. Essa é a hora das pessoas aprenderem a fazer bons negócios."
(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG