BRASÍLIA - Na segunda-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reunirá todo o seu ministério, pela primeira vez desde que a crise financeira internacional se agravou há dois meses. O encontro servirá para que se faça uma avaliação sobre a evolução das turbulências e possíveis efeitos na economia brasileira em 2009.

Os ministros da área econômica e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, farão um balanço das medidas pontuais anticrise adotadas até o momento. E o presidente Lula deve avisar que, se necessário, haverá cortes no Orçamento do ano que vem. Ele tem dito que as únicas áreas que serão preservadas são os recursos para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que devem garantir investimentos e empregos na área de infra-estrutura, e os programas sociais.

A reunião ministerial ocorrerá na segunda residência presidencial, a Granja do Torto, entre as 9h e 17h, segundo agenda divulgada pelo Palácio do Planalto, também com a presença de parlamentares da base aliada do governo no Congresso.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.