Durou cerca de uma hora a solenidade na plataforma da Petrobras P-34, no litoral do Espírito Santo, que marcou o início, ainda que em pequena escala, da extração do óleo da camada do pré-sal, localizada abaixo do leito marinho. O acesso de repórteres à plataforma não foi permitido, por motivo de segurança, mas pela transmissão de imagens da TV interna da Petrobras, o presidente Luiz Inácio Lula da Sul comemorou com muito bom humor o evento.

Ele retirou a primeira mostra do óleo e guardou em um pequeno barril transparente.

Em seguida extraiu uma nova mostra, desta vez em recipiente aberto, e a ofereceu aos ministros. A primeira a pegar foi a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que testou a viscosidade com os dedos, e cheirou o óleo. Lula também cheirou o óleo, besuntou as duas mãos, marcou com elas o seu próprio macacão, na altura da barriga e começou a marcar também os macacões dos outros convidados - o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e os ministros Dilma Roussef e Edison Lobão (Minas e Energia).

Lula e sua comitiva embarcarão de helicóptero, da plataforma, e voarão 77 quilômetros para chegar à Vitória, onde participarão de um ato público sobre o início da exploração do pré-sal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.